sexta-feira, março 28, 2003


E as mobilizaçoes contra a guerra continuam a todo vapor. Depois de cerca de 2 milhoes de pessoas no dia 15 de fevereiro, sabado que passou, dia 22 outra grande mani, com cerca de 500 mil ou mais. Sabado agora ha diversas manifestacoes programadas em diferentes bairros de Londres.


A verdadeira faceta do chamado "mundo democratico" estah a tona. O mais horripilante que tenho lido sao os cadernos de economia, dos jornais daqui. Numa previsao "otimista" apos o fim da guerra o petroleo iraquiano seria privatizado, o preco do barril cairia, e os investidores viveria felizes para sempre. E mais horripilante ainda eh ler comentarios de leitores, justificando a guerra de suas confortaveis poltronas a milhares de quilometros de onde as bombas caem e o sangue escorre, 'os "aliados" vao libertar o povo iraquiano da tirania e serah o inicio da democracia no mundo arabe...' Como se liberdade viesse assim, caindo do ceu... explodindo...

quarta-feira, março 26, 2003


A italiana, que eu disse abaixo, foi morar em Candem Town. Foi uma e ficou outra no lugar. Outra Bolonhesa... Claro, eu adoro italianas. E fico contente em saber que ela tb me adoram. he he he he. Mas esta foi embora logo. Ficamos durante 2 semanas numa boa... O problema do Eton eh que dormimos todos num unico espaço. Nao eh uma casa, nao tem quartos. E quando queremos curtir um pouco por debaixo de cobertores e lençois tem que escolher uma hora em que nao tenha mais ninguem. Ou entao dar um toque, dependendo de quem for...



Olha, viver no Eton, realmente nao eh facil. Nao tem agua quente. O banheiro eh minusculo e precario. Descarga na base do balde, etc. Mas o que muda agora sao as pessoas. Eu poderia tentar descolar outro lugar pra morar, mas prefiro continuar onde estou. As pessoas da casa sao extremamente bacanas, com tropeços vamos vivendo. Assim tem sido.